segunda-feira, 28 de março de 2011

São Carlos vence Catanduva pelo Paulista do Interior

Rinocerontes seguiram tendência da primeira rodada e venceram fora de casa


Da esquerda pra direita: Em pé: Bubinão (treinador), Max, Taiwan, Guilherme, Cebola, Celão, Praga, Maguila, Drago, Leo, Xico, Cuia, Rocko e Rafael Turqueto (fisioterapeuta). Agachados: Jean, Muay, David, Pastel, Tarja, Stallone, Glauco, Dudu, El, Pingo, Biel e Vinícius.

No sábado, 26, a bela e quente Catanduva foi palco do primeiro jogo do grupo 3 do CPI 2011. O time da casa, o Mastodontes, recebeu o Rugby São Carlos no que prometia ser um jogo equilibrado.
Estreando seu novo segundo uniforme azul e preto, baseado no uniforme usado na campanha campeã de 2006, o São Carlos foi surpreendido logo no início da partida com Catanduva abrindo o placar com um try e convertendo o chute na sequência. Catanduva ficava, então, com 7 a 0 no placar.
Ainda que um pouco abatido, o time são carlense partiu pra cima dos catanduvenses, mas esbarrou na bola molhada – já que Catanduva era agraciada com uma bela chuva – e na defesa do anfitrião. Ainda assim, o São Carlos conseguiu virar a partida com o dois tries não convertidos: um do segundo centro Gabriel ‘El’ Bagnato e outro do capitão Jean Marc Volland.
O São Carlos, então, passou a dominar a partida, com muita posse de bola, presença no campo defensivo do adversário e muito força nos rucks. Ainda assim, o Mastodontes conseguiu empatar a partida com um penal convertido, depois de uma falta feita num rápido contra-ataque dos catanduvenses. Placar até o momento 10 a 10.
Mesmo com o empate, o time dos rinocerontes não se intimidou e continuou a manter a posse de bola no campo do adversário. Após uma rápida troca de passes, Jean Marc rompeu a linha defensiva adversária e anotou mais um try, que também não foi convertido.
No segundo tempo a partida melhorou um pouco mais, principalmente por Catanduva ter dado mais velocidade à saída de bola de seus rucks. Apesar disso, o São Carlos se mantinha no campo do adversário, muito próximo da linha dos 22 metros. E foi avançando com fases de forwards que São Carlos conseguiu espaço para marcar mais um try: numa inversão de bola com a linha depois das fases, Gabriel ‘El’ Bagnato conseguiu marcar mais um try, sem conversão. Catanduva ainda marcou mais um penal, mas São Carlos continuava a pressionar.
A partida parecia encerrada, mas Catanduva, que tinha um homem a mais depois do sin bin (cartão amarelo que obriga o jogador a ficar 10 minutos fora de jogo) do segunda linha são carlense Kwai ‘Taiwan’ Nan Te, voltou a pressionar a equipe visitante e, com uma jogada na ponta, conseguiu marcar mais um try. A não conversão desse try deixou os donos da casa em desvantagem, que se manteve até o final da partida: Mastodontes Catanduva 18 x 20 São Carlos.
Além desses jogos, a primeira rodada do Campeonato Paulista do Interior de Rugby teve, na semana passada, o jogo entre Jequitibá Campinas e Jaguares, de Jaguariúna, pelo Chave 2. A partida acabou vencida por WO pela equipe visitante (28 a 0), já que o médico que deveria ficar de plantão durante o jogo compareceu com atraso de mais de 30 minutos. Completaram a rodada, nesse final de semana: Ornitorrincos Rio Claro 7 x 22 Piracicaba, em Rio Claro, também pela Chave 2; Red Horse São Pedro 14 x 36 Piratas Americana, em São Pedro, pela Chave 3, o mesmo do São Carlos; e Wally’s Jundiaí 28 x 15 Lechuza, em Jundiaí, pela Chave 1. Por essa mesma Chave, deveria ter ocorrido o jogo entre Pasteur e Marília, mas, em virtude da desistência da equipe mariliense de participar do campeonato, a partida foi cancelada.
Na próxima rodada, que para o grupo 3 será no dia 09 de abril, São Carlos vai até São Pedro enfrentar o Red Horse enquanto Catanduva segue para Barueri para enfrentar o Alphaville, que estreia na competição. A segunda rodada se completa com Alto Tiête recebendo o estreante Pasteur em Taubaté no dia 2 de abril pelo grupo 1 e com Jaguariúna recebendo o Rio Claro em 3 de abril e o também estreante Diablos Franca, que recebe o Jequitibá Campinas em 10 de abril.

O Rugby São Carlos gostaria de agradecer ao apoio proporcionado pela Prefeitura Municipal por intermédio da Secretaria de Esportes e Lazer e seu secretário Edson Ferraz bem como a Vintage Hobby, que acreditou no potencial da equipe e possibilitou que tivéssemos tão belo uniforme e a Clínica de Fisioterapia Fisio & Cia, sempre permitindo que seus profissionais nos acompanhe.


1º try do São Carlos contra Catanduva, marcado pelo El

Mastodontes Catanduva Rugby 18 x 20 Rugby São Carlos

Mastodontes
Tries: Eduardo Cyprino e Gabriel Vidal
Conversões: Lucas Deverlan
Penais: Lucas Deverlan (2)

São Carlos
Tries: Gabriel ‘El’ Bagnato (2) e Jean Marc Volland (2)

Local: Conjunto Esportivo Anuar Pachá (Conjuntão)
Data/hora: 26/03/2011 as 15h30
Arbitragem: Pedro Ernesto Cursino

2 comentários:

Esporte disse...

Divulgamos uma chamada feita por vocês para o jogo e a recepção foi muito positiva.

Gostaria de promover mais o CPI e o rugby do interior.

Com quem podemos manter contato?

Abraço

Rugby São Carlos disse...

Entre em contato com o Leo, pelo e-mail lcarniatorodrigues@gmail.com

Abraços